terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Rendas Artísticas na Austrália


O Museu Powerhouse de Sidney organizou em 2011 um concurso internacional de artistas que trabalham com rendas e uma seleção entrou numa exposição, que decorreu de 2011 a 2013 na Austrália.
A seleção final foi de 134 artistas de 20 países e não havia um tema definido, estes eram livres para dar asas à sua criatividade e paixão pela renda. A exposição intitulou-se “Make lace not war” e em paralelo realizaram-se também workshops e mastersclasses.




Olívia Valentine dos Estados Unidos.

As obras expostas representaram um desafio provocador aos conceitos tradicionais de renda. Os artistas empurraram as técnicas de renda para novas direções surpreendentes. Puderam ser vistas rendas em campos tão distintos como moda, joalharia, escultura, iluminação ou arte digital.
 

Quadro de Alice Vokac.

Embora a renda esteja geralmente associada ao mundo têxtil, a diretora da exposição, Lindie Ward ampliou a definição de renda para “estrutura perfurada, cujo padrão dos espaços seja tão importante como as área sólidas”.
 

Renda numa vedação de metal de Joseph Verhoeven (Dernkersvan).

A exposição abrangeu desde instalações e esculturas de grande escala a têxteis e joias. Os materiais incluíram ouro, prata, arame, linho e seda, pelo de cavalo, titânio e fibra ótica entre muitos outros.

Uma grande oportunidade para demonstrar que a arte têxtil e a renda estão mais vivas que nunca!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...