quarta-feira, 22 de março de 2017

Entrevista a Marion Romain


Entrevistámos a bordadeira francesa Marion Romain para que nos contasse como começou a bordar, como é o seu processo criativo e que conselhos tem para as bordadeiras principiantes.


Quem é a Marion Romain?
Chamo-me Marion e tenho 27 anos. Tenho um blogue desde 2012, um espaço que utilizo para partilhar as minhas criações, as minhas viagens, as minhas descobertas e os meus pequenos prazeres quotidianos. Graças ao blogue aumentei e aperfeiçoei os meus projetos criativos.
Atualmente um dos meus sonhos é abrir uma loja online para no futuro poder viver das minhas criações. Se misturar as letras do meu nome, vai obter “Romain”, foi assim que escolhi o meu nome artístico.


Quando começou a bordar e como aprendeu?
O bordado é algo muito presente na Bretanha, a minha região natal. Sempre admirei os maravilhosos vestidos tradicionais bretões com os seus bordados. A minha mãe bordava extraordinariamente bem quando era jovem, foi algo que esteve sempre à minha frente e que só recentemente descobri. Há dois anos visitei uma exposição do bordador Pascoal Jaouen na sua escola de bordado em Quimper. Participei num desses cursos que me ajudou muito, apesar de que dois anos mais tarde tenho vergonha de não ter terminado o bordado de flores que me tinha proposto fazer. Por fim aprendi muito de forma autodidata com a prática.


O que a inspira?
Inspiram-me as coisas do quotidiano. Desde um filme ou uma série de TV até um cão que corre na praia, os motivos duma echarpe, as estações do ano, o meu gato... Para além disso sou uma fã incondicional das tapeçarias inglesas e da estética do desporto dos anos 20 aos anos 50.


Pode explicar-nos o seu processo criativo quando borda?
Começa tudo com um desenho. Desenho diretamente sobre o tecido com uma caneta solúvel em água.
Atualmente ando bastante obcecada com os cães, porque me permitem brincar com a cumplicidade entre o homem e o animal. Tento sempre contar uma história nos meus bordados. Experimentei coisas muito diferentes nestes dois anos, mas agora sei que preciso de coisas vivas que não sejam motivos puramente decorativos.


Também me esforço por trabalhar com texturas para enriquecer os meus bordados. Acho muito interessante bordar roupa, porque é um terreno sem limites (tipos de pontos de malha de inverno, motivos de xadrez...). Tento sempre alternar os espaços vazios e os espaços bordados. Nunca coloco cor na cara dos meus personagens, gosto que se vejam bocados da tela, como um bordado que respira...

Qual é o seu ponto de bordado favorito?
Provavelmente os pontos mais fáceis como o ponto pé de flor. É o ponto que mais se aproxima do traço do lápis, parece-me. Utilizo-o em todos os meus bordados para traçar o contorno dos meus personagens. Não que procure novas técnicas ou pontos de bordado, estou satisfeita com os pontos básicos. Algumas vezes apetece-me inovar e aí procuro na internet alguma coisa original. Recentemente adorei utilizar o ponto pompom para acabar o bordado dum gorro.


Que tipo de fio utiliza?
Utilizo o Mouliné de 6 cabos da DMC. Para coisas muito finas como contornos utilizo 1 ou 2 cabos e para preencher coloco mais cabos.


Tem algum conselho para as bordadeiras principiantes?
Aconselho que não tenham medo de começar, que os pontos mais básicos já oferecem uma infinidade de possibilidades. Para começar podem aprender o ponto de nó e o ponto lançado. A seguir acrescentem o ponto de cadeia, o ponto de margarida ... e muitos mais!


Também gostava de lhes sugerir que façam os seus próprios desenhos para criar confiança, mesmo que achem que não sabem desenhar. O pior que pode acontecer é os desenhos parecerem de uma criança, mas o que há mais bonito que o desenho de uma criança?


Se tivesse que definir os seus bordados, como o faria?
É uma pergunta complicada, já que tenho menos a sensação de estar a bordar do que de estar a desenhar. O bordado para mim é um meio. O bordado é desenho.


Muito obrigada Marion! 


Se gostou dos bordados da Marion, pode segui-la no facebook, instagram ou no seu blog.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...