sábado, 21 de fevereiro de 2015

Entrevista a Catalina de “Cataclismos con las Manos”


Entrevistámos Catalina de “Cataclismos con las Manos”. Esta asturiana especializou-se em amigurumi e as suas criações destacam-se pela utilização delicada da cor. Paralelamente também dá workshops de croché e amigurumi.


Porquê e quando começou a fazer crochê? O que veio primeiro o croché ou o tricô?

O meu primeiro contacto com as agulhas foi aos 17 anos, estive uns dias doente e não fui às aulas. A minha mãe e a minha avó ensinaram-me a tricotar e comecei a fazer um maxi cachecol, mas no fim fê-lo a minha mãe quase inteiro (risos). Aos 20 anos, quando estava em Madrid no meu segundo ano do curso de comunicação audiovisual, lembrei-me de me inscrever nalgum tipo de trabalhos manuais para ocupar o meu tempo livre. Pesquisando na internet, fiquei a saber como se chama a técnica de criar bonecos em croché... AMIGURUMI!!! E aí tudo começou. Encontrei um local chamado Multiplicarte, onde a Belén, a professora, nos explicava passo a passo como e em que consiste esta técnica.



Que outras técnicas utiliza no seu dia-a-dia e qual a sua favorita?

 Às vezes, quando tenho tempo, faço algum ponto de cruz ou costura (fiz aulas de corte e costura durante um ano em Madrid e estudei molde industrial), mas nem sempre consigo acabar o que começo... Tenho uma caixa cheia de projetos inacabados e uma longa lista de projetos, que gostaria de levar a cabo.


Como nasceu a coleção “Montanhas”?

Nasceram como desenhos e depois converteram-se em amigurumis ou já foram pensados para ser de croché desde o início. A coleção “Montanhas” nasceu da necessidade de criar uma identidade e do sonho de realizar uma coleção inventada e desenhada por mim. Por isso os bonecos nasceram diretamente da ideia de ser isso, amigurumis. São bonecos bastante básicos, mas a verdade é que me custou muito criá-los. Não sou nada boa a desenhar nem a imaginar e tinha muitas vezes tendência a copiar coisas de outras pessoas sem querer, foi bastante frustante. Mas uma vez que se consegue o que se quer, a satisfação é enorme.


Diga-nos os seus 3 artistas favoritos do mundo das linhas e da lã:

Os meus 3 artistas favoritos são:

Pica Pau (Yanina Schenkel), foi a minha primeira grande descoberta. Aqui pude ver como alguém se pode fazer com o seu próprio estilo e daí surgiu a minha curiosidade e vontade de criar as minhas próprias personagens. O seu projecto Monona deixou-me alucinada.

Ameskeria (Leire Villar), adoro os seus amigurumis baseados na técnica da tapeçaria. São uma maravilha no que toca a desenho e mistura de cores.

Miga de Pan (Adriana Torres) pelas suas formas, as suas cores… A simplicidade das suas personagens, que por vezes são vistas como complicadas e muito, muito especiais. O que mais gosto é o seu modo de misturas as cores.



 Que tipo de fios costuma utilizar e qual o seu favorito?

O fio, que uso nas minhas criações, é o vosso DMC Natura Just Cotton. Ao princípio custou-me habituar ao fio. Durante anos utilizei outro, que era um pouco mais grosso, mas a verdade é que a gama de cores do fio Natura não tem igual. É muito, muito difícil encontrar outra gama com tanta variedade de cores. Quando entro numa loja para comprar novelos, o que reparo primeiro são as cores, basicamente é assim que escolho um fio ou outro.


Há alguma técnica que ainda gostaria de aprender?

A minha inscrição pendente neste momento é em bordado mágico. Adorava aprender e encher a casa de bordados. Há um mês atrás era para ter ter vindo às Astúrias a Laura Ameba, mas teve que cancelar o workshop. Agora estou à espera que marque uma nova data. Adoro o efeito, que se cria com este tipo de bordado, no qual se pode criar volumes e relevos. Parece-me muito interessante e bastante complicado. Há uns tempos uma amiga ofereceu-me um kit para este tipo de bordado, não parecia muito complicado e consegui fazer alguma coisa, mas criar diferentes níveis de relevo... Isso já não me parece tão fácil.

Obrigada Catalina!

Se gostou e quer ver todas as criações de Catalina, visite o seu blog.


(Fotos de Aida Holgado) 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...